2.8.04

A pedidos, mais fotos do tour pelo Oriente.



Na entrada do templo em Asaksusa, Tóquio.



Diante do pavilhão de banquetes e festas de uma antiga dinastia em Seul. Neste lago nadam as carpas supernutridas.



Me arriscando diante da guarda imperial em Gyeonbokgung, na Coréia.

Nos dois países o calor estava terrível, chegando perto dos 40 graus. Experimentei sushi de tudo que foi jeito, inclusive de enguia (que é tida como afrodisíaca). A comida japonesa é mais leve; a coreana carrega na pimenta e deixa uma sensação de ressaca no dia seguinte...

Na Coréia vi um belo espetáculo de dança, com bailarinas formando flores com seus leques. Também assisti a uma demonstração poderosa de percussão, com músicos batendo naqueles tambores graúdos que vemos nos anúncios da Samsung. O teatro inteiro treme.


2 comentários:

Adriana disse...

Caro, André. Preciso de sua ajuda. Há tempos atrás conheci um camarada que chamava-se Aroaldo Veneu, formado em física, mas excelente músico também. Cantamos - eu cantando e ele tocando - juntos em alguns festivais no Rio de Janeiro e fiquei pensando se nao se trata da mesma pessoa que conheci há mais de 15 anos atrás e com quem gostaria de retomar o contato. Para não haver dúvidas, o Aroaldo Veneu que eu conheço era compositor de músicas como Bar Blues e Blaizer Branco. Em se tratando da mesma pessoa, te peço a gentileza de me repassar o contato!!!!

No mais, boa sorte como o livro de vocês,

Grande abraço,

Adriana

André disse...

Adriana, o Aroaldo que você conheceu é esse mesmo. Procure por ele no Orkut que você vai achar o perfil dele. O email dele é aroaldo@gmail.com