18.1.10

É impressionante como, por mais vivências que tenhamos, nosso cérebro às vezes se transforma num pântano de ressentimentos sem pé nem cabeça, tudo fruto de um psique torta... Importante é acordar a tempo de não se deixar afogar nesse brejo das almas. E nada como a concentração no trabalho e em ideias que levem a algum lugar para se livrar das estranhas situações que nós mesmos criamos.

Um comentário:

Diego Borges disse...

IH, se apaixonou pela pessoa errada? Melhor mesmo parar por aí! :P